O que é NFT?

Atualizado: 20 de jul.

Para compreender o que é NFT, precisamos saber o que é Token e também Criptomoedas. Token é um código numérico criado para servir de certificado digital, que traz segurança para o meio digital. Criptomoedas são moedas digitais, sendo assim, o Token é útil para fazer o papel de segurança dessas moedas. NFT é a sigla para o termo Non-Fungible Token, ou “token não fungível”. NFT não necessariamente é uma arte, pode ser usado também como uma documentação digital. Quando se trata de arte, o nome dado a esse tipo de NFT é Criptoarte.

Uma unidade de criptomoeda é igual a outra, assim como uma nota de R$10,00 é igual a outra nota de R$10,00 já que elas possuem o mesmo valor. A essa característica damos o nome de “fungível”. Porém, o NFT é único, não é fungível. Há a possibilidade de criar obras de edição limitada, assim como acontece nas prints de artistas tradicionais, porém cada uma delas serão únicas, impossibilitando a criação de novas. O histórico daquele NFT fica registrado na Blockchain e você pode acompanhar com total transparência a circulação dela.


 


Como precificar uma NFT? Por que tal NFT vale, tal valor?


Um NFT pode ser comparado a um terreno, ou um quadro de um artista plástico. O seu valor é subjetivo e depende de vários fatores para ser precificado, seja pela raridade, pelo prestígio daquele criador ou por ser notado por um colecionador de prestígio, ou por alguma celebridade. NFT pode ser resumido em uma documentação de propriedade de uma mídia digital.

Vou usar um dos projetos mais conhecidos para explicar melhor. O projeto "Bored Ape Yacht Club" é uma coleção de 10.000 itens colecionáveis, onde vários itens -acessórios, roupas, cores, texturas- com raridades diferentes foram desenhados e combinados através de um script que gera todas as possibilidades de combinação de itens, criando assim vários de personagens únicos porém com a mesma essência.



Além dos itens raros, outro fator que ajudou a aumentar a fama dessa e de outras coleções, foram as aquisições delas por celebridades de vários seguimentos, como o rapper norte-americano Post Malone.



Veja mais alguns famosos e marcas que possuem um Bored Ape nesse tweet:



 

Assim como existem outros colecionáveis que são parcialmente feitos por script, existem as coleções feitas inteiramente a mão, como a minha própria coleção “TrokVerse”.

https://nftexplorer.app/collection/trokverse


 

Diferente dos exemplos citados acima, existem criadores e colecionadores de criptoartes mais artísticas, comparável ao mercado de arte tradicional, podendo existir algumas cópias do NFT ou um NFT único. Quanto menor for a quantidade, maior o valor do NFT. Nesse mercado, existe espaço para qualquer artista independente, grande ou pequeno. Fotógrafos, designers, ilustradores, músicos... Basta estudar o mercado previamente e testar formas de aprimorar os resultados, entendendo qual plataforma o seu trabalho se encaixa melhor. Deixarei aqui o link da plataforma que estou usando para liberar minhas NFTs mais artísticas, a Dartroom.


https://dartroom.xyz/artists/victortrok



 

O mais importante para entrar nesse mercado caso você seja um artista, é criar conexões, seja com colecionadores, investidores ou criadores de NFTs. Criar conexões nessa comunidade é indispensável para o seu sucesso. Seja humilde e interessado, pois a melhor forma de aprender sobre esse universo é perguntando e pedindo opiniões para outros artistas e colecionadores. Assim como você precisa de ajuda para aprender hoje, terão outros artistas que precisarão aprender amanhã.

Sendo assim, gostaria de apresentar o trabalho de alguns artistas que me aproximei nessa jornada:


https://twitter.com/Artedeft

https://twitter.com/FastestBunny

https://twitter.com/DaisaTJ

https://twitter.com/gardenalboy

https://twitter.com/GricioAriel


Tags: